terça-feira, 22 de maio de 2012

Deus glorificado no namoro ao Casamento.




Ao assistir a bela história do casal Ian e Larissa, levou - me a refletir sobre o namoro ao Casamento do Cristão, e como hoje tem glorificado pouco ao Eterno e Soberano Deus, e como a igreja tem deixado de viver Cristo no namoro e por consequência deixa de viver um casamento piedoso e agradavel a Deus, mas agradeço a Deus por todos os dias em meu lar, ter me dado meus pais que me faz enchergar o valor e o quanto o matrimônio é sagrado perante nosso Deus.

Na Biblía não encontramos  assunto relacionado a criação do namoro, devido a muitos fatores culturais, porém encontramos logo no início da Biblia sobre a criação do casamento.

"Por isso, deixa o homen pai e mãe e se une à sua mulher, tornando-se os dois uma carne.  Gn 2.24 (ARA)."

Mas hoje em nossa cultura, para chegar ao casamento iniciamos através do namoro.
   Onde o namoro, em nossos dias, nem sempre o alvo é o casamento, é apenas uma aposta, como jogar dados a sorte, onde primeiramente tem se buscado, apenas satisfazer as paixões e carências momentâneas, buscando a beleza superficial e externas, e desta maneira um vai usando o outro como objetivo que venha satisfazer seus sentimentos momêntaneos.
   E assim não buscam glorificar a Deus, mas sim buscam agradar a si mesmo.

Porém, o namoro que tem como alvo glorificar a Deus todo soberano, produz o verdadeiro amor que vem de Deus.

 " Portanto, quer comais, quer bebais ou façais outra coisa qualquer, fazei tudo para glória de Deus. 1 Co 10.31 (ARA)"


" Porque dEle, e por meio dEle, e para Ele são todas as coisas. A Ele, pois a glória eternamente, Amém. Rm 11.36 (ARA)"

" E tudo o que fizerdes, seja em palavra seja em ação, fazei-o em nome do Senhor Jesus, dando por ele graças a deus Pai. Col 3.17 (ARA)"

Sendo assim o namoro deve visar a glória de Deus, levando o casal  aprofundar sua fé em Cristo, ambos tendo o mesmo sentimento em Cristo.

"Não vos ponhais em jugo desigual com os incrédulos, portanto que sociedade pode haver entre a justiça e a iniquidade, ou que comunhão, da luz com as trevas?. 2 Co 6.14 (ARA) "


O namoro tem que caminahr  rumo à imagem de Cristo.

" Em todo tempo ama o amigo e na angústia se faz o irmão. Pv 17.17 (ARA)"


"Mas, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo nAquele que é cabeça, Cristo,
de quem todo o corpo, bem ajustado e consolidade pelo auxilio de toda junta segundo a justa cooperação de cada parte, efetua o seu própio aumento para a edificação de si mesmo em amor. Ef. 4.15-16 (ARA)"


"Rogo vos, pois, irmãos, pela misericórdia de Deus, que apresenteis o vosso corpo por sacrifício vivo, santo e agradavél a Deus , que é vosso culto racional.
E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja boa, agradável e perfeitas vontade de Deus. Rm 12.1-2 (ARA)"


E assim um namoro centrado em Cristo ira produzir frutos para a glória de Deus e ambos terão como alvo o matrimônio.



"O amor é paciente, é benigno; o amor não arde em ciúmes, não ufana, não se ensoberbece,
não se conduz inconvenientemente, não procura os seus interesses, não exaspera, não se ressente do mal;
não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade;
tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. 1 Co 13.4-7 (ARA)" 



"Nada Façais por partidarismo ou vanglória, mas por humildade, considerando cada um os outros superiores a si mesmo.
Não tenha cada um em vista o que é propriamente seu, senão também cada qual o que é dos outros. Fp 2.3-4 (ARA)"

"Pois esta é a vontade de Deus: a vossa santificação, que vos abstenhais da prostituição;
que cada um de vós saiba possuir o próprio corpo em santificação e honra, 
nao com o desejo de lascívia, como os gentios que não conhecem a Deus;
e que, nesta matéria, ninguém ofenda nem defraude a seu irmão; porque o Senhor, contra todas estas coisas, como antes vos avisamos e testificamos claramente, é o vingador, 1 Ts 4.3-6 (ARA)"

Nossos irmãos na fé, que foram gigantes em Fé e vida piedosa "Os Puritanos", eram ensinados em tudo viver para glória de Deus, e consequentemente eram cuidadosos com o namoro, onde não buscavam alguem pela beleza externa ou superficial, ou por uma paixão ilusória, porém procuravam beleza de mente,  carater, e uma vida cristã completamente voltada para a glória de Deus, uma completa vida piedosa.


Desta maneira o cristão terá um casamento que vai refletir a imagem de Cristo e a igreja, este é o sentido real do casamento o reflexo da relação do Homen e sua mulher, é a imagem da relação de Cristo e a Igreja.


" As mulheres sejam submissas ao seu própio marido, como ao Senhor;
porque o marido é o cabeça da mulher, como também Cristo é o cabeça da igreja, sendo este mesmo o salvador do corpo.
Como, porém, a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo submissas ao seu marido.
Maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela,
para que a santificasse, tendo-a purificado por meio de lavagem de água pela palavra, 
para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, porém santa e sem defeito.
Assim também os maridos devem amar a sua mulher como o próprio corpo. 
Quem ama a esposa a si mesmo se ama.
Porque ninguém jamais odiou a própria carne; antes a alimenta e dela cuida, como também Cristo o faz com a igreja;
porque somos membros do seu corpo.
Eis por que deixará o homen a seu pai e a sua mãe e se unirá à sua mulher, e se tornarão os dois uma só carne.
Grande é este mistério, mas eu me refiro a Cristo e à igreja.
Não obstante, vós, cada um de per si também ame a própria esposa como a si mesmo, e a esposa respeite ao marido. Ef. 5.22-33 (ARA)"



Soli deo Gloria,
Autor.Everton R. Amgarten






2 comentários:

pastorlucivaldo disse...

Parabens ,querido muito esclarecedor ,e edificante

disse...

Parabéns, o visual é lindo e o artigo melhor ainda.Já estou te seguindo. Paz!!!

Postar um comentário

 
;